2

Timidez, sai de mim!

Recebi um recado da Jéssica pedindo ajuda urgente!
eu sou muito timida não tenho coragem de chega nele me ajuda por favor. 
A timidez atrapalha tanto, não só na hora da paquera e tal, mas em praticamente tudo, na hora de conhecer pessoas novas, fazer amizades, na hora de ir pra uma festa, na hora das conversas com a galera. E muita gente sofre com essa timidez. 
Todo mundo já ficou tímido e tal, mas tem gente que vai além disso, gente que fica tímida por QUALQUER coisa mínima que seja, eu estava lendo sobre isso pra poder conversar sobre esse assunto com vocês, e na revista da atrevida achei algumas matérias com dicas de como superar e tudo mais. Eu acho que vai ajudar, então tive a ideia de mostrar pra vocês aqui, espero que gostem.

Converse com alguém que ama
Você já pensou em contar aos seus pais, por exemplo, como se sente mal quando quer colocar uma opinião, num trabalho em grupo, e não consegue? Por mais que vocês sejam de gerações diferentes, a timidez é um negócio que sempre incomodou os adolescentes, em todas as épocas. Então, quem sabe eles não podem ajudá-la, contando um pouco da experiência que tiveram? "Eu tinha dificuldade de fazer amigos e perdi muitas oportunidades com meninos, por causa da minha timidez. Até que resolvi conversar com a minha mãe. E ela me deu apoio, me ajudou a ver as minhas qualidades, ficava me dizendo o quanto eu era importante na minha família. Isso foi fundamental para conseguir mudar o meu jeito. Hoje, sou outra pessoa. Quando tem aluno novo na classe, sou a primeira a ir falar com ele, porque sei o quanto a situação é difícil", conta a leitora Victoria de Freitas, de 16 anos.

Mude a sua opinião sobre você mesma
"Eu vivia isolada e falava muito pouco. E sempre em voz baixa. Não conseguia fazer um contato com as pessoas e não me soltava, não me divertia. Era péssimo", lembra a leitora Pamella Rocha, de 15 anos. Ela conta que vivia travada por se achar feia, inferior aos outros. "Acho que o primeiro passo para acabar com a vergonha é entender porque ela existe. No meu caso, eu tinha uma autoestima muito baixa. Quando comecei a olhar minhas qualidades, tudo ficou diferente. Comecei a namorar e fiz vários amigos, que era o que eu mais queria", diz.

Expresse mais o que sente
Seu maior medo é mostrar que gosta do outro e ser rejeitada, tomar um fora, seja dos meninos ou mesmo da turma? Pois saiba que, ao se isolar e ao guardar seus sentimentos só pra você, o risco de ficar sozinha será muito maior. "Hoje eu vejo que, quando eu era muito tímida, as pessoas não se aproximavam porque eu não deixava. Eu tinha vergonha até de olhar pra elas. As meninas achavam que eu era um bicho do mato, fresca e metida. Já os meninos nunca percebiam que eu também estava a fim", conta Victoria.

Vá até o fim
"Eu era tímida a ponto de tremer e suar frio só de ouvir alguém chamar meu nome. Era um horror! Não tinha coragem de fazer nada, porque pensava que ia dar errado sempre e a culpa ia ser toda minha", relembra a leitora Manuela Ramos, de 16 anos. Ela conta que, depois de sofrer muito, tomou a decisão de mudar, aos pouquinhos, seu modo de agir. E foi firme no objetivo, até conseguir o que queria. "Comecei a tentar me soltar mais, conversando com os mais próximos, depois com os amigos dos amigos, até falar com alguém que nunca tinha visto antes. E fui me colocando obstáculos cada vez maiores. Até que virei vice-presidente do grêmio estudantil do meu colégio. Com isso, surgiram várias situações em que eu tive de encarar a timidez. E eu consegui vencê-la!", comemora.

Deixe os outros pra lá

"Se eu pudesse passar algo que eu aprendi a uma garota que continua tímida, eu diria apenas para ela não se preocupar tanto com a opinião dos outros. Às vezes, pensamos que todo mundo está nos julgando, que todos os olhos estão sobre a gente. Mas não é verdade. E, quanto mais pensarmos nos outros, menos vamos conseguir assumir o nosso jeito e ser feliz com ele", ensina Manuela.

Faça uma atividade em grupo

Para vencer a timidez, a Jéssica Alvim, de 16 anos, foi fazer teatro. Já a Victoria entrou num coral. E as duas contam que a experiência as fizeram se soltar mais. A estratégia é validada pelas psicólogas. "Essas atividades favorecem os relacionamentos sociais, ajudam a livrar-se das amarras do medo e da vergonha. No caso do teatro, em especial, há até exercícios com esse objetivo específico durante a prática", explica Maria Tereza Maldonado.

Em último caso, procure ajuda especializada

Não precisa ter medo nem vergonha de abrir o jogo com os seus pais e de dizer que gostaria de passar por uma psicóloga. "Eu era tímida demais e isso me atrapalhava, inclusive, na escola. Lembro que, uma vez, fui apresentar um trabalho que tinha feito praticamente sozinha. Só que, na hora de falar, me bateu um pânico, uma tremedeira, comecei a gaguejar e tirei a menor nota do grupo! Foi aí que decidi que queria fazer terapia. E me ajudou muito", conta Jéssica.


Essas são algumas dicas, que as leitoras da revista deram. Achei outra matéria que dá mais dicas ainda, dá uma olhada, pode te ajudar: http://atrevida.uol.com.br/beleza-gente/129/artigo7638-1.asp
Espero ter ajudado a Jéssica e mais outras pessoas que sofrem com isso. 
Jéssica, tenta deixar essa timidez pra lá, por mais que seja difícil, se tu continuar assim o guri não vai se ligar nunca que tu tá afim dele, e tu nunca vai poder ter a chance de ficar com ele se ficar tímida sempre. Começa aos poucos, não vai de vez na do guri. Começa conversando mais com ele, tenta se aproximar mais dele, e se tiver que acontecer, vai! É só tu não desistir e  ter a certeza que vai superar a timidez que te atrapalha.
Beijos pra todos, e até mais.

2 comentários:

Vida de Garota disse...

Olá! Muito bacana essa postagem, eu era muito timida e graças a Deus eu mudei.

~ Tem post NOVO no meu blog, te espero lá! beeijos

@Raah_Castroo

www.vidaadegarotaa-vdg.blogspot.com

Rafa disse...

muito legal esse post, nos adolecentes sofremos muito com isso
BJS

http://thingseverornever.blogspot.com/