1

PROBLEMAS DO DIA A DIA

De volta aos posts, finalmente! E o tema de hoje é problemas do dia a dia, e seilá o que eu vou mostrar aqui pra vocês não é muito de acordo com esse tema, mas é um texto muito legal, porque hoje em dia tem muita gente que se engana com os seus sentimentos, conhece a pessoa num dia... e já ama loucamente ela no outro dia, ai não é correspondida, sofre demais, acha que vai morrer e tudo mais, certo? Não estou dizendo que em todos os casos isso é uma confusão de sentimentos que a pessoa faz, mas na maioria se for pensar bem é sim. Nós temos aquele jeito louco de se desesperar e ficar louca por qualquer coisa, ou até mesmo achar que qualquer coisa é o fim do mundo,vai dizer? Todo mundo sempre acaba passando por isso, tudo coisa da adolescência, desses hormônios tudo em alta e blá blá blá.
O texto que eu vou mostrar aqui serve pra refletir e pensar mais sobre os teus sentimentos pelos outros, se
realmente são ou não verdadeiros.

A palma de sua mão fica suada, seu coração acelera, e sua voz fica presa no peito? Isso não é amar, é gostar. Você não consegue manter seus olhos ou suas mãos longe dessa pessoa, estou certa? Isso não é amor, é desejo. Você esta orgulhosa, ansiosa para mostrá-la? Isso não é amor, é orgulho. Você gosta dele por que você sabe que ele está lá? Isso não é amor, é solidão. Você está lá por que é o que todo mundo quer? Isso não é amor, é lealdade. Você está lá por que ele te beijou ou segurou sua mão? Isso não é amor, é insegurança. Você continua com ele por causa de suas confissões de amor e por que você não quer machucá-lo? Isso não é amor, é piedade. Você continua a pertencer a ele por que vê-lo faz seu coração pular? Isso não é amor, é paixão. Você perdoa os erros dele por que você se importa com ele? Isso não é amor, é amizade. Você daria todas as suas coisas favoritas em consideração por ele? Isso não é amor, é caridade. Seu coração quebra e dói quando ele está triste? Então é amor. Os olhos dele veêm seu verdadeiro coração e tocam sua alma tão profundamente que dói? Então é amor. Você continua com ele por que uma cegante e incompreensível mistura de dor e conexão puxa você pra perto e te segura lá? Então é amor. Você aceita os erros dele porque são parte de quem ele é? Então é amor. Você se sente atraída à outros, mas continua com ele fielmente e sem se arrepender? Então é amor. Você daria a ele seu coração, sua vida, sua morte?
Pense nisso por um segundo.

Um comentário:

Thays Ingrid disse...

O texto transmite impacto mais é verdadeiro e define perfeitamente a diferença entre amar, gostar entre outros. Adorei o post *o*
http://justlovethays.blogspot.com/