15

MATÉRIA ESPECIAL: Bullying é um papo sério...


Pois bem, bullying todos já sabem o que isso é, creio eu, porque o número de pessoas que sofrem bullying tendem a aumentar cada vez mais sempre. Eu tive que pesquisar bastante sobre isso pra vim falar com vocês, mas só quem pode e vai conseguir explicar exatamente o que é isso é as pessoas que trabalham sobre isso, que fazem campanhas contra bullying, e tal. 
Eu leio bastante revistas, e uma delas é a atrevida, que eu acho que é super interessante porque fala sobre várias coisas do dia a dia, e uma das coisas que eu achei foi falando sobre o bullying... separei as coisas mais interessantes mesmo da matéria que elas fizeram sobre isso. Espero que vocês gostem, e espero também que ajudem vocês a entender mais sobre o bullying, e ver se vocês não estava sofrendo por isso ou até praticando. 
Porque na maioria das vezes isso acontece mas a pessoa em si demora a perceber isso.


Bullying é toda agressão feita com a intenção de machucar outra pessoa ou até uma turma inteira. Mas, pra ser considerado bullying de verdade, também é preciso que essa atitude agressiva se repita uma porção de vezes. Sabe aquele garoto que fica gozando do colega todo santo dia, fazendo piadinhas infelizes a respeito da orelha de abano do garoto? Pois essa atitude grosseira, repetitiva, disfarçada de brincadeira, é o tal de bullying. Mas esse comportamento vai além dos apelidos maldosos. Ele também é uma característica de quem gosta de ofender, humilhar, discriminar, intimidar, enfim, de quem se diverte fazendo tudo o que faça uma menina (ou o menino) sofrer. 
Essa primeira parte ai de cima explica melhor o que é exatamente bullying e qual a intenção que leva a fazer isso. Se vocês perceberem a maioria das pessoas que praticam bullying, tem problemas na família, em casa. Por exemplo aquele filme, bullying sabe, não sei se vocês já viram, mas eu vi faz um tempo já com as minhas amigas e deu pra entender mais o que é tudo isso. E no filme, quem praticava bullying tinha sérios problemas em casa, com a família.
Deduzindo, essa pessoa não era feliz, não tinha amor da família e muito menos o apoio. E pra ele se sentir bem, começou a praticar o bullying com o garoto novo da escola. 
Deu pra entender que, quem pratica o bullying lá no fundo tem sérios problemas em casa, e acha que fazendo mal aos outros vai se sentir melhor, superior. 
Falando nesse filme como exemplo, quem não olhou, eu recomendo olhar! É um filme triste, mas é a realidade.


Uma outra forma de agressão tem crescido, silenciosa, no meio dos adolescentes: é ocyberbullying. Pouco se fala sobre o assunto no Brasil, mas acontece com muita frequência na internet. Quer exemplos? Os sites de ódio, as comunidades preconceituosas do Orkut, os blogs com mensagens negativas sobre uma pessoa ou um grupo... Fugir disso é fácil. Basta não fazer parte dessa galera de jeito nenhum.
Esse é outro tipo de violência que é chamado de ocyberbullying, e acontece bastante. Alguns exemplos disso foram citados ai em cima. Sabe aquela pessoa que entra no teu blog e enche de comentários maldosos? Entre outros exemplos também. 
Eu já recebi bastante comentário maldoso, mas o certo mesmo é pegar e responder. Eu respondi todos que falaram mal do meu blog, e faz tempo que não recebo mais nada. Isso é normal também, quer dizer, é normal algumas pessoas não gostarem do meu blog, mas acho que também não é necessário pegar e falar monte de coisa maldosa.

Contar ou não, eis a questão
E os pais, como ficam nessa história toda? "Se tiver coragem, conte a eles, pois podem ajudá-la", diz Karen. Porém o pediatra Aramis alerta: "Procure alguém de sua confiança, um colega, um professor, um funcionário da escola, ou seus pais e conte o que se passa com você. De preferência, os pais só devem interferir com o consentimento dos filhos". Se você estiver certa de que quer a ajuda de seus pais nessa luta, peça uma mãozinha. Do contrário, se tiver medo de que a situação piore, busque apenas o apoio deles, mas não desista de tentar se livrar desse sofrimento. Ficar quieta e aceitar todos os tipos de maldade é o comportamento mais incorreto. Muitas vezes, quando ficamos chateadas não há nada melhor do que o colo e os conselhos do pai e da mãe para nos dar um calorzinho no coração.
A diretoria da escola também pode ser avisada, principalmente em casos mais graves, como os de ameaça. Entretanto, se você não quer falar abertamente sobre o que está acontecendo, vale sugerir à diretoria que faça um programa de conscientização com os alunos. Você pode, por exemplo, dizer que tem visto alguns colegas sofrendo por causa do bullying e que seria muito bom se houvesse alguém para conversar com todos os alunos, alertando sobre esse mal.
Essas dicas são totalmente essenciais. Porque ficar sofrendo de bullying e não falar nada pra ninguém, só irá piorar a situação e eles não irão parar de ficar te torturando. O certo é contar para os pais ou para alguém mais próximo que você confie. O importante é não cair nas armadilhas dos agressores, porque muitas vezes eles dizem: se contar pra alguém, eu te mato. 
Sim, é normal sentir medo na hora, ainda mais se a pessoa que fala isso é o agressor. 
Mas se tu não contar pra ninguém, ele vai continuar te perseguindo sempre. 

Por que essas criaturas existem?
Ninguém nasce com um "gene do bullying". Isso não é um defeito de fabricação. Normalmente, o chamado "agressor" começa com atitudes ruins desde criança. "Um exemplo é o caso da criança que fala palavrão, todo mundo acha bonitinho e ninguém impõe limites", aponta a pedagoga Karen Kaufmann. Quando ela se torna adolescente, leva suas "brincadeirinhas" de mau gosto na bagagem e atinge seus colegas da mesma idade. "O agressor impõe o seu comportamento dentro do grupo e, com isso, atrai seguidores, que passam a fazer maldades também. Dessa forma, se estourar algum problema, o líder joga a responsabilidade dos seus atos para cima dos outros e, ao mesmo tempo, diminui seu peso na consciência", explica Aramis. "Muitos garotos e garotas, por iniciativa própria, não fariam tantas maldades. Mas, para pertencer a um determinado grupo, acabam seguindo os passos do líder", acrescenta o especialista.
Portanto, se você encontrar uma turminha do mal como essas por perto, deixe-a para lá. O ditado "Não faça com os outros o que você não gostaria que lhe fizessem" é muito importante. Lembre-se sempre dele.
Dá pra observar que essas coisas começam desde cedo, desde pequeno. E é isso que muitos pais devem tomar cuidado, tem que saber por limites nas crianças. Porque depois no futuro é exatamente isso que vai acabar acontecendo, isto é, aumentando cada vez as vítimas que sofrem por bullying, porque se continuar aumentando o tamanho dos agressores... 

As consequências
Quem já sofreu com o bullying sabe que não é fácil esquecer a humilhação. Por isso, é comum a vítima levar esse trauma para a vida adulta. Os efeitos mais comuns dessa agressão são depressão, insegurança, problemas na escola e síndrome do pânico. Em casos mais extremos, a vítima pode tornar-se violenta com os colegas ou, até mesmo, querer se matar.
Por isso, se você já foi - ou está sendo - alvo de maldades, não tenha vergonha nem receio de procurar ajuda profissional. Um psicólogo poderá auxiliá-la a superar esses traumas e a reagir com mais facilidade diante das agressões. Uma outra forma de livrar-se desse peso é desabafar com uma amiga ou com alguém em quem você confia pra valer.
As consequências.. pois então gente, como citaram ali em cima, os efeitos mais comuns que as pessoas que sofrem bullying passam é por depressão, insegurança, muito medo, e muitas vezes a pessoa pensa em se matar. 
Agora me diz, isso é certo? Como alguém pode fazer isso com uma pessoa, realmente não deve ser fácil para as pessoas que sofrem bullying, porque chegam ao ponto de SE MATAR. E muitas pessoas já se mataram por causa disso, infelizmente.

Por isso que quem sofre pode e deve contar pra alguém de confiança, tem que dar um fim nisso tudo. Porque se não vai aumentar cada vez mais o número de pessoas que se matam por sofrer bullying.

Espero que tenham gostado sobre esse papo que é bem comentado e importante no dia a dia. Recomendo o filme Bullying pra quem quiser entender um pouco mais sobre isso, vale apena ver.



15 comentários:

Não vivo Sem Esmaltes disse...

Nossa achei muito legal o seu blog, amei os seus posts e fotos, achei demais !!!
Adoro posts com esse assunto =]
Eu também tenho um blog sobre esmaltes, cores, moda e tendências das últimas novidades em cosméticos, vou indicar o seu blog pra minhas amigas e leitoras =]
Já to te seguindo visita lá o meu blog e me segue tbm.

http://naovivosemesmaltes.blogspot.com/

Elcimar Barboza Reis disse...

Estou lendo muito sobre bullting para um trabalho e acho isso horrível!

:m Hoy,queria a sua opinião hoje mudei o lay do meu blog e estreei a seção de Curiosidades 2011, passa lá no blog e deixa um comente com as duas opiniões! ok!.... =D

http://acessopermitidoblog.blogspot.com/

Ingrid Nany disse...

adorei sua visita no meu blog, aparece la sempre que puder, to seguindo de volta
xau
bjuuus
http://www.blogadole.blogspot.com/

Fernanda disse...

Vc escreve muito bem, esse assunto realmente é muito sério as consequencias são imensas na vida da pessoa que é vitima de bullying


Parabéns pelo Blog

www.saiadesalto.blogspot.com

Brenda.C disse...

Seguiiindooo \õ/ adorei teu blog , faz parceira ?
Bejo Bejo
www.pinkingrw.blogspot.com

Laís Carelli disse...

Oiee ameei o blog! Já tou seguindo! ^^ Pode seguir de volta??
http://www.aprendendoaserumchef.blogspot.com/

brigada espero sua visita láá hein??
beijãão

Brenda.C disse...

Seguindo e linkada
BJBJ

Drika disse...

Parabéns Nicole, pelo assunto que vc abordou e por se preparar para falar dele!
Eu sou professora Nicole e trabalho com pré-adolescentes e vejo situações de bullying acontecendo diariamente. Não acredito que sejam só pessoas com problemas em casa, e sim preconceituosos, que não conseguem conviver e respeitar o diferente.
Adorei o blog ! bjux


@Drika_Ribeiro

http://gavetinhasdadri.blogspot.com

Brenda Santos disse...

Oi!
Nossa esse papo é muito sério mesmo, odeio isso!
Seu blog é lindo, estou admirada...

Beijos
http://tudodmenina.blogspot.com

Yuki disse...

É triste viu... Não sei como é que as pessoas se acham no direito de machucar as pessoas! Dá muita raiva isso!

Querida, obrigada pela visita, também já estou seguindo!
Beijos!!

http://blogfashion4fun.blogspot.com/

nicoli dauzacher disse...

Eu quero muito agradecer à todos vocês por terem gostado do tema abordado do matérias especiais, realmente bullying é um papo muito sério e não dá pra fingir que isso não acontece, porque existe muitos casos de pessoas que sofrem bullying, e isso é realmente muito, mas muito triste. Mas né, nada na vida é mil maravilhas.

Espero que vocês continuem dando suas opiniões aqui no blog, fico muito, mas muito feliz mesmo, e sempre leio todas as coisas que vocês me deixam, porque a minha felicidade é ver o blog crescendo cada vez mais, e vendo vocês leitores interagindo e participando também. Obrigado por tudo a todos vocês, porque sem vocês dando opiniões e lendo e gostando ou não, o blog não seria nada.
Muito obrigado aos 311 seguidores, e que esse número só tende a aumentar cada vez mais hein! Conto com o apoio de todos vocês!

debora disse...

Eu já sofri Bullying e sei como é dificíl. Mas eu procuro nõ guardar rancor do da pessoa que fazia bullying comigo. Assim só piora as coisas.
Bjos, e seguindo de volta. :)
http://tuttifrutticomcanela.blogspot.com/

Julia disse...

Nossaa! Seu blog é muitoo bom, viu? adorei! não sei... como uma menina como vc foi parar la no meu blog? '-'
\oooo/ mesmo n adorando essas estrelas pops aew, amei!
u_U qe tal fazermos tipo uma "parceiria" *o*
valeeu! tô seguindo siim,
ah galera entra aê:
www.secadamoda.blogspot.com

Nathalia Ferreira disse...

Esse papo é sério mesmo, adorei o blog!
Beijos!

http://is2fashion.blogspot.com

Cízz disse...

Oi!
Bullying não tá com nada! É só para estupidos! =S
Gostei muito do seu blog. Com certeza tem muito estilo.
Obg pela visita lá no meu! :D
Vou seguir!
Beijos :3